quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Último do ano: autorretrato



Olá!
Então, estamos no último post do ano...

Não vou fazer uma retrospectiva do meu ano como o pessoal está fazendo por que, na verdade, todo final de ano eu tendo a me enclausurar no meu mundinho porque simplesmente detesto essas passagens de ano. Talvez por eu ser uma pessimista nata mesmo ¬¬ Apesar de ter curtido muito ler o que andaram postando. Foi um mais inspirador do que o outro! T_T Como comentei, acho bacana e válido ver o pessoal relatando as coisas boas que aconteceram nesse ano tenso na política e economia do nosso país...

Aliás, falando nisso, talvez eu devesse colocar isso como uma meta pra 2016: colocar de lado meu pessimismo... mas é difícil, viu?! tão difícil que só de pensar em fazer lista de metas, me dá preguiça T_T

Mas para não deixar o último dia em branco aqui no blog, por que na verdade, sumi de novo por motivos de bloqueio criativo (provavelmente influencia da passagem de ano), resolvi trazer o autorretrato que sugeriram no post anterior, com base numa foto minha...

Pra falar a verdade, sou dessas que odeia tirar fotos >_< ... E acho que essa foi a última foto (decente, pelo menos) que tirei (na verdade, foi minha irmã quem tirou a foto sem que eu visse, no restaurante da faculdade — pra quem não sabe, ela foi minha colega de curso durante um tempo)...e ela já tem uns dois anos, mais ou menos. Não mudei muito de lá pra cá. Só estou sem o piercing no nariz, e com o cabelo bem mais comprido...

Aqui embaixo, então, eu coloco as fotos do passo-a-passo da ilustração, começando por um esboção feito com grafite vermelho, por que não achei o meu azul. T_T






E aqui um close da ilustração. Não sei se vocês perceberam que há um piercing no nariz, sim, e que na ilustração, miseravelmente, parece uma pinta ou sei lá o quê, por que simplesmente não coloco nariz nas minhas bonequinhas... haha... mas enfim, é isso. É engraçado se ver no seu próprio estilo... Não sei bem explicar o que há de estranho nisso, talvez o reconhecimento nos traços, tanto os do papel quanto da fotografia. Afinal, o nosso rosto é o que conhecemos melhor! É um desafio bacana. Acho que todos os ilustradores deveria tentar fazer isso, pelo menos uma vez na vida, como um exercício de autoconhecimento. :)

Desejo a todos um Feliz Ano Novo, com muitas realizações, reflexões e todas as coisas boas que puder vir! ♥ 

Morrendo de vergonha por estar expondo a minha foto aqui.

Obrigada por acessar o blog! ♥ 
Me encontre também aqui: 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Retratos aquarelados



Olá!
Já faz um tempo que eu estava pensando em fazer retratos no meu estilo, desde que uma mãe Japonesa que mora em Paris (foi assim que ela se apresentou a mim!) me pediu para retratar sua filha, lá no instagram, no ano passado. Então, fiz essa ilustração (acima) misturando desenho à mão com pintura digital. E ela foi desenhada com base na foto da pequena e superfofa Maite.  ♥ ♥  Mas como podem ver aí, meu estilo ainda estava em fase de desenvolvimento! hehe.

Mas esses dias (já faz alguns meses, na verdade) eu estava comentando com a minha irmã sobre essa ideia e, então, para me incentivar (como sempre ) me pediu para desenhar um retrato dela. Aí, ao ver o resultado, veio a minha mãe me pedindo por uma ilustração dela também... xD





E eis que, com a autorização delas, vos apresento minha a mamãe e minha irmã!  

No retrato da minha irmã, eu cortei o olho esquerdo dela propositalmente, para enquadrá-la no papel, tamanho A6. O da minha mãe, também foi feito numa A6. Ambas as ilustrações foram postadas no instagram...A intenção não é fazer um retrato idêntico, mas uma versão delas no meu estilo, e acho que nisso, pelo menos, fui bem sucedida, né?! T_T

Enfim... e antes de ontem a minha irmã cortou o cabelo, e achei tão legal o corte dela, que resolvi retratá-la de novo! E eis o resultado, aqui embaixo. :)



Em relação à primeira, acho que posso dizer que estou conseguindo manipular melhor a aquarela. T__T

Então, é isso. Se alguém se interessar, estou aceitando pedidos! :) É só entrar em contato pelo formulário ali ao lado, ou enviar um email direto para o blreys@gmail.com 

Obrigada por acessar o blog! ♥
Me encontre também aqui:

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Aquarela: A menina e o monstrinho



Olá!
Percebi que, de novo, deixei passar um tempo sem postar nada meu por aqui, então, hoje vim trazer a última aquarela que fiz em A4.

Pensando bem, acho que até hoje só fiz umas 5 aquarelas em A4 na vida, e uma numa A3. T__T
Mas, enfim, aqui está a última, mostrando todas as etapas da pintura. 

Como podem ver, começo pela pele da personagem, pra depois seguir no resto. Já faz um tempinho que tenho só usando o grafite azul para os esboços nos papéis (sempre parto direto pro papel da aquarela, ao invés de rascunhar num sketchbook antes). E então vou pras tintas.







Como podem ver, não há nada demais no processo. Só que deixo o lineart por último, quando a tinta está seca. Ultimamente, na verdade, tenho optado por não passar muita canetinha no contorno, só onde julgo mais necessário; como o monstrinho que só tem nanquim nos olhos, nas linhas da calç, e o contorno do tênis. :)

Para quem se interessar, deixarei essa pintura lá no meu Colab55! :} Lembrando que também posso colocar lá qualquer outro trabalho que vocês quiserem para a confecção de produtos! ♥ 

Obrigada por acessar o blog! ♥ 
Me encontre também aqui: 

Conheçam a ilustradora Margaret Mee



Eu estava pesquisando esses dias por ilustrações botânicas para misturar com as minhas bonequinhas, e me deparei com o trabalho dessa linda! *_* É de tirar o fôlego! E pesquisando um pouco mais sobre a Margaret, descobri que além de vários livros publicados, e um documentário sobre ela (dessa imagem aí acima), Margaret viveu aqui no Brasil durante um bom tempo, só para ilustrar as nossas flores amazônicas ♥

De acordo com o wikipedia, Margaret Ursula Mee nasceu na Inglaterra em 1909, e foi especialista em plantas da Amazônia brasileira. Depois de ter estudado arte em Londres, veio para o Brasil com seu segundo marido, em 1952, para ensinar arte na Escola Britânica de São Paulo, tornando-se, então, uma artista de botânica pelo Instituto de Botânica de São Paulo em 1958 graças às suas explorações na floresta Amazônica. E desde então ela seguiu pintando as plantas que viu e colecionando algumas para posterior ilustração. O wiki ainda diz que ela chegou a criar "quatrocentas pranchas de ilustrações em guache, quarenta sketchbooks e quinze diários". T__T

"Mee morreu na Inglaterra em 1988 em um trágico acidente de automóvel. :( Em sua honra, foi fundada a "Margaret Mee Amazon Trust", organização para educação e para a pesquisa e conservação da flora amazonense, promovendo intercâmbio para estudantes de botânica e ilustradores de plantas brasileiros que desejam estudar no Reino Unido (óh!) ou conduzir pesquisa de campo no Brasil." :)

Aqui embaixo, então, deixo algumas ilustrações dela para vocês verem a perfeição que era o trabalho dela! *_* Tão detalhado e perfeitinho que chega quase a nível fotográfico.










Na livraria Travessa encontrei alguns dos livros ilustrados por ela. E achei na Cultura o filme, para quem tiver interesse. :)

Mas e aí, alguém já conhecia o trabalho da Margaret? T__T Se conhecerem mais algum ilustrador botânico, podem me sugerir que aceito ver! xD

Obrigada por acessar o blog! ♥
Me encontre também aqui:

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Calendário de Dezembro


Olá!
Vim aqui deixar o último calendário do ano.
Para não repetir o que muitos estão fazendo aí, desenhando calendários com tema do Natal, resolvi desenhar uma bonequinha fora do tema mesmo. E aí surgiu a menininha aí de cima. Espero que gostem.

Acredito que essa seja minha última semana de aula, então, logo voltarei! o/



Obrigada por acessar o blog! ♥ 
Me encontre também aqui: 
© 2016 BIAREYS.COM.BR ALL RIGHTS RESERVED. Tecnologia do Blogger.
© Bia Reys: ilustrações
Maira Gall