Mangá: Hiroshima





Ganhei este volume único, que conta três histórias diferentes envolvendo o incidente da bomba atômica. Obviamente, são histórias tristes, que relatam o drama das famílias no passado e presente — para quem não sabe, em 6 de agosto de 1945, foi a primeira cidade do mundo arrasada pela bomba atômica de fissão denominada Little Boy, lançada pelo governo dos Estados Unidos, resultando em 250 000 mortos e feridos. E até hoje, aquela região sobre com os efeitos colaterais da bomba. Hiroshima foi proclamada Cidade da Paz pelo parlamento japonês em 1949, pela iniciativa de seu prefeito, Shinzo Hamai (1905-1968). Como resultado, a cidade de Hiroshima recebeu mais atenção internacional como um local para sediar conferências internacionais sobre a paz bem como sobre outros assuntos sociais.



Eu recomendo! As histórias são muito tocantes, com imagens fortes, apesar do traço meio infantil da autora — o que, consequentemente, acaba tornando a coisa mais leve. Os fatos históricos estão bem datados, e apesar do romance/drama, ele é bastante real. As três histórias são bem distintas, mas que no final, mostram uma conexão entre si. :)








Comentários

Postagens mais visitadas