Anime: Sukitte Ii na Yo









Título em Japonês: Sukitte Ii na yo..
Título Alternativo: 
Say I love you.
Categoria:
 Série TV.
Episódios: 13. 

Produtores:
 Zexcs.
Gênero: Comédia, Drama, Shoujo, Vida Escolar.
Duração:
 23 min. por episódio.

Sinopse: Esta história de primeiro amor roda em torno de Tachibana Mei, uma garota que nunca fez amigos ou teve um namorado em 16 anos. Certo dia, ela acidentalmente machuca Kurosawa Yamato, o garoto mais popular do colégio. Por algum motivo, Yamato se torna interessado na Mei, e começa uma amizade não correspondida com ela. Ele até a protege de um perseguidor, a beijando.




Bom, essa sinopse ultra tosca foi retirada do Hinata Sou. Digo isso, por que se fosse por ela, eu teria largado de mão desse super anime, que tem se mostrado a cada episódio ser muito mais do que apenas um romance juvenil entre estudantes. Ele está regrado de mamão com açúcar, mas com leves toque de comédia e melancolia, que tiram aquele gosto enjoativo.





























































No primeiro episódio, já me senti cativada pela Tachibana Mei que dá uma belo chute no belo Yamato. À principio, ela parece aquele tipo de garota tímida sentimental, frágil e irritante. Mas com o tempo vemos que ela é muito mais do que isso. Ela foi traída por amigos, no passado, e passou a desconfiar de todos a sua volta. Em especial os garotos e garotas populares da escola, que recebiam toda a atenção por se acharem superiores, e que no fundo ela pensava que eram todos fúteis. Mas para sua surpresa, Yamato, um desses personagens populares da escola, que ainda por cima trabalha como modelo fotográfico para revistas, percebe que ela é diferente das outras meninas, e passa a se interessar mais pela garota. Aos poucos, ele tenta se aproximar dela, percebendo o modo como ela se excluía de tudo, e ele acaba se tornando uma presença constante ao seu lado. Aos poucos, ela nota as particularidades dele, até descobrir que ele guarda um passado de mágoas e remorsos, e não era tão orgulhoso quanto parecia. Quando percebe, está apaixonada por ele. 















 E então, entram outros personagens. Como o garoto mais cobiçado da escola, Tachibana enfrenta rivais. Entre uma delas, está uma garota que era obcecada pela beleza, e seu corpo. Ela sofreu bullying na escola, por ser gordinha e chamada de feiosa, e começou a fazer uma dieta terrível  até se tornar meio anoréxica. E esse é um um ponto muito positivo para o roteiro, porque mostra a realidade de muitas meninas. Ela mudou completamente o seu jeito de ser para agradar os outros, por que seu ponto de vista sobre si mesma foi completamente distorcido pelos colegas. E aí, temos cenas de como ela se sentia, e tudo mais. 















Ah, e, claro, ela era apaixonada pelo Yamato,e não aceitava o fato de ele estar com uma garota sem graça como a Mei. Tipo, como um garoto popular, inteligente, e lindo poderia estar apaixonado por uma magricela sem graça? Para separar os dois, ela conta a Tachibana como conseguiu levar o Yamato para cama... E a guria, é claro, se sente ameaçada e começa a fazer as mesmas indagações, com sua auto-estima abalada. Ela começa a repensar aquela relação, e teme que o Yamato vá traí-la também.



E então, entra mais um personagem, que fazia parte do passado do Yamato. Seu ex-melhor amigo que também sofria bullying. Ele acreditava que o Yamato havia lhe dado as costas quando mais precisava, quando na verdade ele era apenas um covarde, e se senti mal por isso — por que ele não era tudo o que os outros pensavam dele, mas mantinha as aparências para se dar bem.



Bom, com isso acho que já dá pra ver bem a complexidade da trama. Cada personagem tem uma historia para contar. Há um desenvolvimento psicológico  elaborado para explicar e emendar as pontas do drama. Achei muito bom por ele tratar sobre um assunto tao atual: a obcecação pela beleza, mas não de um modo fútil. Ele meche com o interior das personagens, como acontece na verdade. Acho que o anime, no fundo, é isso; com um romance a mais para atrair o publico, é claro... 



 Com relação a detalhes mais técnicos, em minha humilde opinião, o considero bem produzido, apesar dos traços conter alguns probleminhas de proporção. Mas isso é uma característica da mangaka. A trilha sonora do inicio acho meio irritante, mas a do final é melhorzinha. 



















Comentários

  1. Sim,sim,eu assisti à esse anime no ínicio do ano e realmente,ele nos faz pensar muito sobre essas temas abordados.Gostei quando a menina que tinha problemas com a Mei resolveu tentar uma relação mais amigável com ela.Anime bom mesmo.Mostrou que um peito grande não é sinal de felicidade e que muita menina sofre complexo com isso por aí.inclusive uma amiga minha quer fazer redução nos dela,porque já estão começando a causar problemas de coluna.Não digo que é um anime perfeito pois tem mesmo suas falhas,mas serve pra aqueles momentos em que você só que assistir um negócio legal e relaxar um pouco.Recomendo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço aos que reservarem um tempinho para comentar! ♥
Ah!, se tiver alguma sugestão de post ou quiser mandar alguma dúvida, ou qualquer mensagem, vou amar receber *-*

Postagens mais visitadas